Dia de Campo sobre milho e girassol é realizado na SETREM

Evento contou com a participação de mais de 220 pessoas, entre produtores rurais, profissionais e estudantes

O milho é a base da alimentação na agropecuária. Com essa afirmação, o chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Três de Maio, Leonardo Rustick, abriu o Dia de Campo Milho e Girassol, na tarde de sexta-feira, 23 de fevereiro. O evento foi realizado na área experimental do Campus SETREM e contou com a participação de mais de 220 pessoas, entre produtores rurais, profissionais e estudantes.

Segundo Rustick, o Dia de Campo é uma ótima oportunidade na qual os produtores podem visualizar na prática o melhor híbrido, a melhor cultivar para sua propriedade. “O milho, especialmente, exige alto investimento tecnológico. Por isso, os produtores devem tomar bastante cuidado para fazer um bom plantio, utilizando material adequado para cada clima, região e tipo de solo”, destacou.
O público pode conferir cinco estações. Na 1ª e 2ª estações, as empresas Dow, Morgan, Nidera, Agroeste, Pionner, Coodetec, Limagrain e Sempre apresentaram o desenvolvimento de seus produtos. Nas estações seguintes, houve palestras sobre “Plantabilidade: o início para uma alta produtividade”, com o engenheiro agrônomo da Emater Neimar Rogério Freddi; “Controle de doenças e fungicidas em milho”, com o Msc. Fábio Karlec, também engenheiro agrônomo da Emater; e “Silagem: ponto de corte ideal do milho”, com o engenheiro agrônomo e docente da SETREM, Dr. Rodrigo Pizzani.
O produtor de Três de Maio Sandro Rogério Fischborn aproveita os dias de campo realizados na SETREM para adquirir conhecimento. “Sempre que possível e o que se ajusta à minha propriedade, tento colocar em prática”, afirma. Atualmente, ele planta soja, milho e trigo em uma área de 120 hectares.
O Dia de Campo Milho e Girassol foi promovido pela Cotrimaio, Sicredi, Emater/RS-Ascar e SETREM, através dos cursos Técnico em Agropecuária e Bacharelado em Agronomia.
Fonte:Eduardo Erthal