Dia Mundial do Câncer de Cabeça e Pescoço é nesta sexta-feira

A prática de hábitos saudáveis é a melhor forma de prevenir o aparecimento de diversos câncer. Com os tumores de cabeça e pescoço não é diferente. O Julho Verde, especialmente no dia 27 de julho - Dia Mundial do Câncer de Cabeça e Pescoço, alerta a população sobre os sintomas da doença e a importância da detecção precoce.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP), a associação de bebidas alcoólicas e o tabagismo multiplicam em até 20 vezes a chance de uma pessoa desenvolver algum tipo de câncer, nestas regiões. Outros fatores também estão associados ao aparecimento da doença, como as infecções virais, exposição solar, má higiene oral e, em particular, o HPV (papilomavírus humano).

O câncer de cabeça e pescoço engloba doenças mais conhecidas como: câncer da boca, da língua, da tireoide, das glândulas salivares, da pele e dos lábios. O Dr. Fernando Cogo Manduca, Cirurgião de Cabeça e Pescoço, do Centro de Tratamento do Aparelho Digestivo – CITRADI, explica a importância do diagnostico precoce, “No Brasil, cerca de 23 mil novos casos são diagnosticados por ano, 70% estão em estágios avançados, onde a chance de cura é muito pequena”. Quando ele é feito de forma precoce, o câncer de cabeça de pescoço possui uma cura estimada de aproximadamente 90%.

Segundo o Oncologista Clínico, do CITRADI, Dr. Pedro Lourega, alguns sintomas são geralmente inespecíficos, o que pode levar ao atraso do diagnóstico. Os mais frequentes envolvem o aparecimento de nódulos no pescoço ou na face, feridas que não cicatrizam, dor na garganta que não melhora, dificuldade para engolir e alteração ou rouquidão na voz. Para prevenir o câncer de cabeça e pescoço é importante evitar o tabagismo, o consumo abusivo de bebidas alcoólicas, usar preservativos, ter uma boa higiene bucal e uma alimentação equilibrada.

 

Fonte: Colabore Assessoria.